13 de fevereiro, 2 de janeiro, 6 de março, 4 Dezembro
Dia de saida
Patagônia
Destino
Intermediario
Nivel de dificuldade

Montanhas brancas de neve, lagos verdes, céu azul intenso, flores. A variedade de paisagens destas terras é uma combinação perfeita para a maravilhosa travessia de mountain bike entre Bariloche e San Martín de los Andes, na Argentina, onde vamos percorer   alguns dos caminhos fora do turismo convencional, menos conhecidas e mais espetaculares da região. Vamos pedalar pelas gostosas Trilhas ao longo do “Río Manso” e também ao longo do Rio Limay até Villa Llanquin. Visitaremos também a cidade, passando pelo Cerro Catedral e suas magníficas picos, pedalando pelo “circuito chico” e terminando na Villa Llao Llao. Nos arredores de San Martín de los Andes estaremos pedalando pelo Paso del Córdoba, no centro de esqui “Chapelco” e também nas melhores trilhas entre Quila Quina e Lago Escondido.

CIDADE SAÍDA/CHEGADA San Carlos de Bariloche/ San Martín de los Andes
HORA DE SAÍDA Encontro no aeroporto de Bariloche
SERVIÇOS INCLUIDOS
Veículo exclusivo durante o tour  e traslado de San Martín de los Andes ao aeroporto de Bariloche em nossa van para quem voltar por Bariloche
Traslado da mountain bike. Veículo de apoio e assistência 4×4
Lanche durante a pedalada (Refeições de ida e volta não incluídas. Jantares não incluídos)
Sete noites de hospedagem em habitação dupla em excelentes hotéis e pousadas
Assistência mecânica e bicicleta reserva caso necessite
Guia bilíngue e guia local permanente com equipamentos de comunicação e respectivas autorizações
Seguro de Acidentes Pessoais
Frutas e barras energéticas durante a viagem
Traslado no Lago Lácar entre Quila Quina e San Martin de los Andes. Teleférico em Chapelco
NÃO INCLUIDOS
Viagem ida e volta a Bariloche, jantares e refeições não detalhados no programa, bebidas, passagens aéreas e taxas aeroportuárias, traslados não detalhados no programa, peças mecânicas, serviços de lavanderia ou despesas pessoais
Aluguel da MTB

Informação adicional

Duração8 dias
DataJaneiro, Fevereiro, Março
LocalBariloche, San Martin de los Andes

Travessia no norte da Patagônia, desde Bariloche a San Martin de los Andes.

1

Dia 1:

Sabado dia de encontro no hotel de Bariloche em horario a confirmar. Jantar e briefing da travessia.
2

Dia 2: Bariloche - Trilha do Rio Manso

Começã a travessia “Lagos de la Patagonia”. Amanhecemos rodeados pelas montanhas de Bariloche e pelo intenso azul do lago Nahuel Huapi. Saímos em nossa van até o Rio Manso, distante 70 quilômetros de Bariloche. Uma vez lá, cruzaremos o rio para iniciar nossa pedalada por uma das melhores e mais lindas trilhas da Patagônia. É uma trilha que cruza pequenos sitios locais, entre bosques, rodeados por montanhas, cruzando ríos, visitando lagos patagónicos e curtindo muito o mais puro mtb. Tudo isso em meio a paisagens dignas de um cartão postal. No trecho final, cruzamos nuevamente o rio e encontramos o carro de apoio, com tempo para curtir uma deliciosa e típica Praia da Patagônia
3

Dia 3: Bariloche - Cerro Catedral - Circuito chico - Villa Llao Llao

Após um breve traslado em nossa van, começamos a pedalada na rotatoria da Virgen de las Nieves e em seguido entramos em uma região de Trilhas que vai nos aquecer para o que vem pela frente. O desafio do dia será uma subida de pouco mais de quatro quilômetros pelo  “Balcón del Gutiérrez” até chegar a base do “Cerro Catedral”. Fazemos um abastecimento para repor as energías e retornamos as trilhas em direação a Colonia Suiça, um antigo povoado criado no final do século XIX. Antes de chegar teremos uma vista incrível do Lago Moreno. Um merecido almoço e depois continuamos a percorrer o Circuito Chico, que é um percurso tradicional que leva para  diferentes atrações de Bariloche. Já no asfalto, pasamos pelo famoso Miradouro, Bahía López, Lago Escondido, Puerto Pañuelo e Hotel Llao Lao para pedalar na ultima trilha do dia até o nosso destino final. Retornamos de van para o hotel
4

Dia 4: Bariloche - Villa Llanquin

Neste dia saímos da verde e úmida Patagônia, para entrar lentamente na estepe. A saída de Bariloche é feita por uma nova ciclovia asfaltada até chegar ao Aeroclube onde começamos a pedalar por uma antiga estrada de terra. Chegando à nascente do rio Limay, aparecem as vistas da Cordilheira dos Andes e do imponente Cerro Tronador. Passaremos por locais de interesse geológico e histórico onde poderemos observar as mudanças na flora, um grande contraste com o que foi visto no rio Manso. Na segunda parte do percurso pedalaremos por trilhas que acompanham o Rio Limay que estará sempre à nossa esquerda até chegar a Villa Llanquin. A volta para Bariloche será de van
5

Dia 5: Confluencia - Lago Meliquina

Saímos em Nossa van de Bariloche a Confluencia Traful. Lá será o ponto de partida de Nossa pedalada e onde vamos  conhecer uma “outra Patagônia”, aquela que é menos verde, menos úmida, mas que esconde formas e silhuetas espetaculares e que nos acolhe com uma incrível paisagem avermelhada. Percorreremos o Paso del Córdoba, subindo até 1.400 metros, superando um desnível significativo em vinte e dois quilômetros por um caminho em ziguezague que nos permitirá observar paisagens inesquecíveis. À tarde chegaremos ao Lago Meliquina, onde nos hospedaremos.
6

Dia 6: Meliquina - Chapelco - San Martin de los Andes

Saímos pedalando desde Meliquina pela Rota 63, que é de terra, margeando a costa sul do lago de mesmo nome. Depois de quinze quilômetros chegamos à Rota 40, no famos  trecho denominado “Rota dos sete lagos” e desviamos em uma suave subida para o norte. Aos treze quilômetros saímos do asfalto e voltamos a virar em direção a Chapelco. A subida de seis quilômetros continua moderadamente até a base do centro de esqui. Após o almoço, subiremos no teleférico até os 1.600m de altitude, de onde se poderá admirar a espetacular paisagem patagônica que se destaca o Vulcão Lanin. Descemos pedalando montanha abaixo até a base do centro de esqui e dali tomaremos uma espetacular estrada de terra para chegar a San Martín de los Andes
7

Dia 7: San Martin de los Andes - Quila Quina - Lago Escondido

O dia começa subindo pela Rota 40. Após seis quilômetros, saímos em direção a uma estrada de terra que vai até Quila Quina, uma reserva de origem Mapuche. Começa ali uma subida de quatro quilômetros e meio e duzentos e cinquenta metros de altimetria. A subida é curta, mas muito intensa. Uma vez no topo no “Cerro do Abanico”, vamos descer quase a mesma quantidade de metros escalados. O paisagem é deslumbrante. A estrada de terra extremamente arborizada e o Lago Lácar à nossa direita proporciona uma pedalada muito agradável. A estrada continua quase sempre em subindo até chegar às margens do Lago Escondido. Uma parada para descansar e depois iniciar a descida até Quila Quina onde almoçaremos. Novamente, descanso próximo ao Lago Lácar em Quila Quina até o retorno de barco a San Martín de los Andes.
8

Dia 8: Adeus a la Patagonia!

Você pode seguir sua viagem em San Martín de los Andes ou aproveitar nosso traslado a Bariloche (quatro horas de viagem). Poderemos deixar no aeroporto ou no centro da cidade. Fim dos nossos serviços.

Comentários de ciclistas

Não há comentários ainda

Deixe um comentário

Mostrar avaliações em todos os idiomas (1)

Rating