21 de abril
Dia de saida
Catamarca
Destino
Avançado
Nivel de dificuldade

As montanhas “Calchaquies” seguem do norte para o sul no norte da Argentina,  e uma vez na Província de Catamarca se chamam “Aconquija”. Nesta viagem podemos descobrir a grande influência dos povos indígenas, história e arquitetura colonial e a culinária do norte argentino. Esta travessia  exigente nos leva a subir e a descer todos os dias. É uma viagem de contrastes: em minutos deixamos a selva subtropical de onde temos pontos de vista privilegiados das montanhas nevadas, algum deles de mais de 5500 metros de altura, para em seguida, chegar a puna e a terra do cacto. Então subimos a escassos quilômetros de 1000 a 3000 metros, fazer uma descida formidável de onde se pode admirar salares e paisagens infinitas que estão perdidas no horizonte.
É uma viagem inesquecível de descobrimento!

CIDADE SAIDA/CHEGADA Tucuman, Argentina/Catamarca, Argentina
HORA DE SAIDA 13hs em Tucuman
SERVICIOS INCLUIDOS
Van de apoio e transfers durante o percurso
Traslado da mountain bike e 4×4 de apoio
Meia pensão (não incluida nos traslados de van. Jantar não incluido durante a viagem)
Sete noites de acomodação em hoteis e pousadas simples em base dupla, tripla e quadruple.
Assistência mecânica e bicicleta de reserva
Guias bilíngües com equipamento de comunicação
Seguro de primeiros socorros
Equipamento de cozinha e louça para picnics
NO INCLUIDOS
Comidas não detalhadas no programa, refeições, bilhetes de avião e taxas de aeroporto, traslados não detalhados no programa, pecas de Bike, serviços de lavanderia e gastos pessoais
Aluguel da MTB

Informação adicional

LocalAndalgalá, Concepción, El Rodeo, San Fernando del Valle de Catamarca, San Miguel de Tucumán
Duração8 dias
DataAbril, Maio, Outubro, Novembro

Travessia no norte da Argentina, desde a histórica “San Miguel de Tucumán”, onde a independência argentina foi declarada em 1816, continuando a Andalgalá, uma região cheia de subidas, cactos e oliveiras, para acabar em “San Fernando del Valle de Catamarca”.

1

Dia 1:

Chegada a San Miguel de Tucumán depois do meio dia, depois de 15hs de viagem. Aqueles que desejarem podem ir e voltar de avião, ficando o custo da passagem aérea a cargo do passageiro. Nos hospedaremos em um hotel na cidade. Final da tarde livre. Recomendamos jantar no bairro “Yerba Buena”.
2

Dia 2: San Javier - Villa Nougues - San Pablo

Partimos de manhã na van até “Yerba Buena” e dali começamos a subir em direção a “San Javier”. Uma vez ali, a 1.150 m.s.n.m.(sobre o nível do mar) a imensa paisagem da planície de Tucumán, coberta de verde esmeralda, nos permite sonhar e com sorte poderemos ver algum parapentista. De San Javier começamos a pedalar a Villa Nougues, uma vila de veraneio muito tradicional em Tucumán, onde podemos encontrar lindos campos de golfe e mansões, algumas construídas há mais de um século. Logo de pedalar pelas montanhas, fazemos 15k com uma forte inclinação para baixo, até “San Miguel de Tucumán”. Distância total: 41.5km Tipo de terreno: Asfalto. Desnível Negativo: 1260 metros  Desnível Positivo: 790 metros.
3

Dia 3: La Cuesta del Clavillo

Da cidade de Concepción partimos de van pela Rodovia pavimentada provincial 365  em direção a oeste, seguindo o curso do Rio Alpachiri. Depois de 22 km chegamos a “Alpachiri”, último Posto Sanitário e Comissaria até chegar na fronteira com Catamarca. Ali, a 550 m.s.n.m. baixamos as bicicletas do trailer e começamos a subir. É notável a transformação em torno do caminho, de floresta subtropical, com sua vegetação abundante e muito verde, a uma paisagem cada vez mais arenosa e pedregosa. Depois de outros 12 km, passamos por Cochuna, cruzando o rio homônimo a 1100 m.s.n.m. para começar a parte mais árdua, apesar de ser curta (12 km) é muito inclinado, pois chegaremos até 1900 m.s.n.m. na fronteira com Catamarca. Ali a paisagem muda completamente, o verde se transforma em aridez, e o esforço da subida é recompensado pela alegria da descida. No final da tarde chegamos ao nossa hospedagem em Buena Vista-Las Estancias.
Distância total 41km + 13.5km opcionais. Tipo de terreno: Terra. Desnível Negativo: 565 metros Desnível Positivo: 1330 metros.
4

Dia 4: Caminho a Andalgalá

De manhã, logo depois do café da manhã, partimos de bicicleta da porta do hotel até Andalgalá. Os primeiros 22 kilômetros são de subida suave de 1650 m.s.n.m. a 1850 m.s.n.m. a través de um caminho de terra, por onde temos sempre a vista do Nevado del Aconquija, uma montanha de mais de 5500 metros e que é a fronteira natural entre Tucumán e Catamarca. De repente, estamos na Cuesta de las Chilcas, um incrível balcão suspenso, de onde podemos admirar todo o vale, Andalgalá e também o Salar de Pipanaco. A partir deste momento descemos 20 km e 1000 metros de desnível, para depois continuar por 15.5 km de caminho irregular até chegar a Andalgalá, a segunda cidade mais importante de Catamarca. Nosso alojamento é privilegiado: La Estancia “Huasan” (1711) que foi um velho espanhol importante durante a época da colônia, e atualmente é um produtor de azeite de oliva para exportação. Distância total 57.5 km Tipo de terreno: terra. Desnível Negativo: 1200 metros  Desnível Positivo: 750 metros.
5

Dia 5: La cuesta de Capillitas

Partimos cedo de van de Andalgalá  (1100 m.s.n.m.)  passando por Chaquiago e Choya, até Minas Capillitas, um complexo mineiro a 3100 m.s.n.m. onde se encontram complexos sulfurosos de cobre, chumbo, zinco, antimônio, ouro e prata, e também de onde se extraem a rodocrosita o Rosa do Inca, uma pedra semipreciosa de cor rosado. A subida suave por um caminho de cornija com largura para somente um veículo, nos permite ver uma imensa paisagem desértica com picos nevados e salares da costa que contrasta com seu verde abundante. De Chaquiago subimos uma costa implacável de 30km e 2000 metros de desnível até chegar a uma pseudoplanície onde almoçaremos e teremos uma espetacular descida até Andalgalá.
Distância total 48 km Tipo de terreno: terra. Desnível negativo: 2110 metros Desnível positivo: 240 metros
6

Dia 6: Camino a El Bolson

De Andalgalá partimos na van subindo pela “Cuesta de las Chilcas” passando pelo caminho percorrido dois dias atrás pedalando. Somente 4 km antes de chegar a Buena Vista-Las Estancias nos desviamos para o sul a través da Rodovia provincial nª1 (terra), fazemos 13 km mais de van e começamos a pedalar um caminho muito bonito que acompanha o Cordón del Aconquija. O caminho nos leva a descer praticamente sem fim até a Pousada “El Bolsón” passando Singuil. Distância total: 66km  Tipo de terreno: terra. Desnível negativo: 1300 metros. Desnível positivo: 880 metros
7

Dia 7: Caminho a El Rodeo

Depois de desfrutar o café da manhã na pousada, partimos com as bicicletas carregadas no trailer até Los Varela, recorrendo 14km no veículo. Ali começa uma impressionante descida que baixa em somente 8 km de 2000 até 1600 m.s.n.m. de onde a paisagem aparece de uma maneira incrível: as serras de Manchao e Ambato parecem um tapete com suas formas e sombras. Depois de 400 metros de descida pura, novamente 250 metros onde temos que redobrar o esforço para encarar outra costa e finalmente descer até “Las Juntas” que, junto a “El Rodeo”, são as vilas de veraneio dos catamarquenhos. Ali almorçamos no rio e continuamos pedalando até El Rodeo. Alí carregamos as bicicletas no trailer para viajar até “San Fernando del Valle de Catamarca” e ficar num hotel. Distância total 38km + 18km optativos. Tipo de caminho: terra e asfalto. Desnível negativo: 1200 metros. Desnível positivo: 700 metros

8

Día 8: Adeus Catamarca

Comentários da travessia

5 based on 5 reviews

Ainda não há comentários

Deixar um comentário

Rating